Todas as Postagens por Equipe HRDV

Dia Mundial Sem Tabaco - Cigarro Mata

31 de maio, Dia mundial Sem Tabaco: apague o cigarro da sua vida

Criado em 1987 pela Organização Mundial de Saúde (OMS), O Dia Mundial Sem Tabaco serve para alertar sobre as doenças e mortes evitáveis relacionadas ao tabagismo. De acordo com o Instituto Nacional de Câncer (INCA), o fumo é causador de cinquenta doenças diferentes, destacando-se as cardiovasculares, o câncer e as respiratórias obstrutivas crônicas.

As estatísticas demonstram que podem ser atribuídos ao cigarro 45% das mortes por infarto do miocárdio, 85% das mortes por doença pulmonar obstrutiva crônica (enfisema), 25% das mortes por doença cérebro-vascular (derrames) e 30% das mortes por câncer. Outro dado alarmante é que 90% dos casos de câncer do pulmão têm correlação com o tabagismo.

Um terço da população mundial adulta é fumante e três milhões de pessoas morrem no mundo anualmente devido ao tabagismo, duzentas mil no Brasil. O ato de fumar diminui em cerca de oito anos a vida de uma pessoa, e é considerado pela OMS como a principal causa de morte evitável, além de prejudicar o meio ambiente.

Seja consciente, pare de fumar!

Hospital Darcy Vargas. Seres humanos salvando vidas.

Leia mais

CIPA realiza o I SIPAT – Semana Interna de Prevenção de Acidentes no HRDV

Hospital realiza evento sobre segurança no trabalho – SIPAT

Com o objetivo de conscientizar nossos colaboradores sobre a importância de prevenir acidentes, foi realizada entre os dias 17 e 19 de maio, a primeira SIPAT (Semana Interna de Prevenção de Acidentes no Trabalho).

O evento contou com palestras do técnico em segurança no trabalho, Ricardo Souza, sobre como evitar acidentes de trabalho; do psicólogo Alexandre de Andrade, que falou sobre psicologia no trabalho e da enfermeira Fabiana Bandeira, sobre Doenças Sexualmente Transmissíveis (DSTs).

A SIPAT foi organizada pela equipe de segurança no trabalho e contou com a participação de centenas de funcionários e apoio de empresas locais, que doaram produtos para serem sorteados entre os participantes.

Hospital Darcy Vargas. Seres humanos salvando vidas.

Leia mais

HRDV realiza palestras no Dia Mundial da Enfermagem

Dia mundial da enfermagem é lembrado com evento

Realizamos nos dias 12 e 13, a primeira Semana da Enfermagem, em comemoração ao Dia Mundial da Enfermagem. Com o tema “Cuidando de quem Cuida”, o evento teve com uma série de palestras em nosso auditório, ministradas pelo psicólogo Alexandre Andrade, o fisioterapeuta Jesus Vander Clevelares e a enfermeira do CCIH (Centro de Controle de Infecção Hospitalar), Nelcimar Nogueira, que abordaram assuntos como estresse no ambiente de trabalho, doenças ocupacionais e higienização das mãos.

A Semana da Enfermagem serviu também para prestar homenagens a esses profissionais tão importantes para a saúde e promover a integração entre os funcionários do HRDV.

 

Hospital Darcy Vargas. Seres humanos salvando vidas.

Leia mais

Gripe Influenza H1N1: Saiba como se prevenir e combater

Após meses alarmado com as doenças causadas pelo mosquito Aedes Aegypti, o Brasil vê mais uma enfermidade se alastrando. Trata-­se da gripe Influenza H1N1, registrada pela última vez em 2014 e que voltou atingindo muita gente e já vitimou aproximadamente cem pessoas.

O vírus H1N1 é uma Infecção respiratória causada por uma cepa de influenza, variação surgida pela primeira vez nos porcos, sendo originalmente chamada de Gripe Suína. O contágio entre humanos se dá através de secreções respiratórias, como gotículas de saliva ao falar, espirrar ou tossir, podendo ocorrer entre um dia antes da doença aparecer até 7 dias (crianças até mais que isso) depois de ser curada.

Após contato com vírus, o indivíduo pode levar de um a quatro dias para começar a apresentar os sintomas da doença, que se iniciam com febre alta associada à tosse, dores musculares e nas articulações, dor de cabeça, fraqueza, coriza, garganta inflamada, calafrios e, às vezes, vômitos e diarreia. A maioria dos casos evolui espontaneamente para cura, mas a doença pode progredir para falta de ar e insuficiência respiratória seguida de morte.

Vacinas e maneiras de evitar a doença

O H1N1 pode ser evitado com vacinação (exceto para bebês com menos de seis meses de idade), disponível na rede pública e em algumas clínicas particulares, fazendo efeito após três semanas. A imunização é válida por um ano.

Além disso, diversas medidas de proteção podem ser usadas, como:

Se houver uma pessoa doente na mesma casa:

• evitar contato íntimo com pessoas que não estejam bem e que tenham febre ou tosse;
• Lavar as mãos com água e sabão frequentemente e quando necessário;
• manter hábitos saudáveis como se alimentar corretamente, realizar atividades físicas e manter sono adequado.
• deixar um aposento separado para o doente. Se isso não for possível, este deve manter­-se a uma distância de pelo menos um metro dos outros;
• cobrir boca e nariz ao entrar em contato com o doente. Máscaras podem ser usadas com esta finalidade e depois dispensadas;
• Lavar as mãos após contato com o doente;
• cobrir boca e nariz ao entrar em contato com o doente. Máscaras podem ser usadas com esta finalidade e depois dispensadas;
• deixar o local onde o doente está bem arejado. Deixar portas e janelas abertas para circular o ar;
• manter limpos os utensílios domésticos;
• O doente deverá também cobrir a boca e nariz com lenço ao tossir e espirrar, lavar frequentemente as mãos e evitar contato com outras pessoas.

O doente deverá ficar em casa, afastado do trabalho ou escola e evitar locais com acúmulo de pessoas, repousar e se hidratar bem.

Vacinação contra H1N1 em Rio Bonito: Saiba quem tem direito a imunização na rede pública

A campanha de vacinação contra o Influenza H1N1, começa em 25 de abril, e desse data até o dia 29 do mesmo mês, será voltada para gestantes, crianças com idade abaixo de cinco anos e doentes renais crônicos. Do dia 30 de abril até 20 de maio, terão direito a vacinação na rede pública mulheres com até 45 dias pós parto, crianças acima de cinco anos com doenças crônicas, pessoal da área da saúde, idosos e adultos com doenças crônicas. Vale lembrar que esse critério é estabelecido pelo Ministério da Saúde. Para mais informações sobre a campanha de vacinação contra o H1N1, visite o site do Portal da Saúde, do Governo Federal.

Colaborou com essa matéria a Drª Renata Bernardo, infectologista e médica do Hospital Regional Darcy Vargas

Lembramos que o Hospital Darcy Vargas não trabalha com vacinas e a campanha vacinação será na rede municipal de saúde.

Hospital Darcy Vargas. Seres humanos salvando vidas.

Leia mais

CTI é reaberto após passar por reformas

Fechado desde o dia 15/02, por consequência de uma descarga elétrica ocorrida durante um temporal, o CTI do Hospital Darcy Vargas foi reaberto na manhã desta sexta-feira (01/04), após passar por obras. Além dos reparos necessários em virtude dos problemas que ocorreram, o setor passou por uma reforma completa, que vai proporcionar um ambiente ainda mais adequado para os pacientes que necessitarem ser transferidos para o local.

– Aproveitamos esse fechamento temporário para repararmos os danos, trocarmos os filtros de ar e fazermos uma reforma profunda, que seria impossível de ser feita com o setor em funcionamento – afirmou o encarregado de manutenção, Flávio Pimentel.

Foram feitas as seguintes melhorias:

  • Novos revestimentos de fórmica e acabamentos;
  • Substituição de torneiras antigas por novas, com sensores;
  • Reparos nas mantas dos pisos;
  • Substituição dos filtros de ar antibacterianos danificados por novos;
  • Reparos em todas as instalações elétricas;
  • Pinturas nas portas e paredes;
  • Substituição dos dutos de oxigênio;
  • Reparo nos respiradores e monitores;

A expectativa inicial era que o CTI fosse reaberto antes, mas algumas peças que precisaram ser substituídas, como o filtro de ar, que por terem matérias primas importadas em sua composição, possuem um prazo de entrega demorado.

– O CTI é um setor fundamental para o suporte de pacientes em estado grave, proporcionando uma chance maior de sobrevida. Uma ferramenta refinada e de alto valor, que nos permite um cuidado mais detalhado com as inúmeras vidas humanas que precisam. Nosso CTI sempre apresentou bons resultados, com baixo índice de mortes – afirmou Silvino

Hospital Darcy Vargas. Seres humanos salvando vidas.

Leia mais
Ouvidoria HRDV

Ouvidoria: Saiba mais sobre esse importante setor do HRDV

O Hospital possui há oito anos um setor de extrema importância, voltado para registrar dúvidas e reclamações. Trata-se da ouvidoria, um canal de comunicação entre o paciente e a administração, criado para fortalecer as relações entre a instituição e a população através de um atendimento individual, sigiloso e imparcial.

De acordo com Vânia Leite, há oito anos como ouvidora do hospital, “a ouvidoria é uma ferramenta de qualidade não resolutiva e serve para ouvir a demanda e proporcionar um ambiente tranquilo para que a pessoa possa se abrir, entendendo o que levou a fazer essa reclamação e dando informação ao usuário”, afirmou a ouvidora, que registra, em média, duas reclamações por dia. Nem tudo pode ser resolvido, mas o retorno acontece após a diretoria tomar conhecimento do assunto.

A ouvidoria recebe, analisa e encaminha as manifestações dos pacientes, acompanha as providências adotadas, cobra respostas e mantém o cidadão informado. O setor é uma voz do paciente junto à administração, atuando como um mediador de conflitos e desfazendo mal entendidos. Por fim, as reclamações servirão para que o HRDV possa aprimorar o padrão dos serviços prestados.

Saiba mais sobre nosso setor de Ouvidoria no link darcyvargas.com.br/ouvidoria-hrdv

Hospital Darcy Vargas. Seres humanos salvando vidas.

Leia mais

Hospital adquire unidade de fototerapia

O HRDV recebeu na semana passada uma nova Unidade de Fototerapia, adquirida com recursos próprios, somando-se a outra, mais antiga, utilizada na maternidade.

O que é uma unidade de fototerapia?

A unidade de fototerapia tem como finalidade o tratamento à base da irradiação de lâmpadas azuis em recém-nascidos, fazendo com que a luz penetre na epiderme e atinja o tecido subcutâneo facilitando a eliminação da bilirrubina (substância amarelada encontrada na bile, que em excesso pode indicar problemas no fígado, baço, nos rins ou na vesícula biliar) pelos rins e pelo fígado.

Em termos práticos, um bebê indicado para o tratamento apresenta coloração amarelada em decorrência da bilirrubina, e através da exposição controlada a essa luz, sua coloração tende a ficar normalizada com a eliminação dessa substância.

 

Hospital Darcy Vargas. Seres humanos salvando vidas

Leia mais
Urgência e Emergência

Urgência, Emergência e atendimento ambulatorial

As diferenças entre esses importantes conceitos para a medicina e o atendimento ao paciente

O HRDV é uma unidade que realiza diversos tipos de atendimentos, que vão desde os mais simples até alguns de alta complexidade. Em toda sua história, nossos profissionais atenderam e salvaram vidas que estavam sob risco iminente, oriundos de acidentes e diversas outras ocorrências graves.

Nos atendimentos onde a gravidade da situação exige intervenções rápidas, duas palavras são muito usadas e têm seus significados confundidos pelo grande público: Emergência e Urgência. Apesar de parecidas e de significar que o paciente está numa situação de risco, possuem conceitos diferentes na medicina e servem para definir o tipo de tratamento que será dado.

Emergência

Na área médica, quando a circunstância exige que ocorra uma cirurgia ou uma intervenção médica imediatamente, é um caso de Emergência, ou seja, se o paciente não for operado ele virá a óbito. Por exemplo: certas hemorragias, paradas respiratórias e cardiovasculares. Note que as ambulâncias têm a palavra emergência escrita, pois na teoria elas transportam alguém nesse tipo de situação.

Urgência

Urgência também indica uma situação grave, que necessita ser resolvida imediatamente e não pode ser adiada, o que acarretaria em implicações mais sérias para o paciente. Luxações, torções, fraturas (dependendo da gravidade) e doenças como dengue, catapora e sarampo são dotadas de um caráter mais urgente. Ocorrências urgentes precisam de um tratamento médico ou mesmo uma cirurgia, mas podem apresentar também um caráter menos imediatista, como por exemplo, um tratamento de câncer, que deve ser feito com urgência, mas não irá trazer as consequências de imediato. Ainda assim, não deixa de ser um caso urgente.

Atendimento Ambulatorial

Já o Atendimento Ambulatorial é o serviço médico que deve prestar o primeiro acolhimento à maioria das ocorrências médicas, tendo caráter resolutivo para os casos de menor gravidade e encaminhando os casos mais graves para um serviço de urgência e emergência ou para internamento hospitalar, para cirurgia eletiva ou para atendimento pelo médico especialista indicado para cada paciente.

Classificação de Risco
Hospital Regional Darcy Vargas. Seres humanos salvando vidas.

Leia mais

HRDV realiza eleições para Diretoria e Conselho Fiscal

Após eleições, Diretoria e Conselho Deliberativo e Fiscal são empossados para a gestão 2016/2017

A diretoria do HRDV tomou posse ontem para um novo mandato, desta vez completo (de um ano), após eleições ocorridas no mesmo dia com uma única chapa inscrita. Sócios, membros do Conselho Fiscal e da diretoria estiveram presentes no auditório do hospital para votar e também analisaram e aprovaram a prestação de contas referentes à gestão.

O presidente da instituição, Silvino Flores, apresentou dados de sua administração no “mandato tampão”, agradeceu o apoio e falou sobre as dificuldades enfrentadas até agora e de algumas metas para o novo mandato.

– O desafio é grande, mas vamos continuar dando o melhor, tentando trazer dinheiro novo, elaborar um novo estatuto e estabelecer um plano diretor que irá pautar as ações do hospital nos próximos anos e deverá ser seguido por qualquer diretoria que assuma no futuro, numa espécie de pensamento único. Precisamos pensar no hospital acima de qualquer interesse – afirmou.

Neste período haverá um pouco mais de tempo para continuar exercendo um trabalho sério e transparente, com a preocupação de equalizar as finanças e dar um atendimento cada vez melhor àqueles que procuram a instituição.

Membros da diretoria

• Silvino Antônio das Flores – Diretor Presidente
• Elmo Marques da Cruz Machado – Diretor 1º Vice-Presidente
• Carlos Augusto Albuquerque Mattos – Diretor 2º Vice-Presidente
• Marcio Lucio Moreira Soares – Diretor 3º Vice-Presidente
• Marcelo Benevides Silva – Diretor 1º Secretário
• Leilton Abrahão – Diretor 2º Secretário
• Walter Lopes Terra – Diretor 1º Tesoureiro
• Alexandre dos Santos Cazorla – Diretor 2º Tesoureiro
• Saulo Borges Mendonça – Diretor Procurador

Membros Efetivos do Conselho Deliberativo e Fiscal

• Aníbal Luiz Nogueira
• Antonio José Alfradique da Cunha
• José de Aguiar Borges
• Vicente Hippólito
• Cleuma Maria Balbi M de Oca Y Gonzales

Leia mais
Detectores Fetais

Hospital adquire novos sonares para uso em gestantes

O HRDV acaba de adquirir cinco detectores fetais, também conhecidos como sonar, que servem para detectar pequenos batimentos dentro do corpo humano. Foram três de mesa e dois portáteis, visando substituir os demais existentes.

Este tipo de aparelho é usado em gestantes com a finalidade de detectar o pulso ao escutar o movimento cardíaco e fluxo arterial do feto, o que é possível a partir da 10ª a 12ª semana de gestação. É um meio simples de se estabelecer de forma imediata a viabilidade do feto em início de gestação, verificar se existe vida e ainda detectar gravidez múltipla.

 

Hospital Regional Darcy Vargas. Seres humanos salvando vidas.

Leia mais