Todas as Postagens por Equipe HRDV

Zika Vírus

Zika vírus: Tudo o que você precisa saber

O Zika vírus é a mais recente doença que vem preocupando brasileiros e latino-americanos. No entanto, apesar de alarmada, a população pouco sabe sobre a enfermidade causada pelo famoso Aedes Aegypti, e por isso, o HRDV elaborou esse informativo para ajudar com importantes esclarecimentos.

Para saber se está infectado pelo Zika vírus é importante ficar atento aos sintomas, que normalmente, surgem 10 dias após a picada de um mosquito e que, inicialmente, incluem febre acima de 38ºC e manchas vermelhas no rosto. Depois podem surgir:

  • Dor de cabeça constante;
  • Manchas vermelhas em outros locais do corpo, como braços, abdômen e pernas;
  • Vermelhidão e hipersensibilidade nos olhos;
  • Dor nas articulações, especialmente nas mãos e pés;
  • Dor nos músculos;
  • Cansaço excessivo;
  • Dor na barriga e náuseas;
  • Diarreia ou prisão de ventre.

O que fazer em caso de suspeita de Zika

Normalmente, estes sinais duram sete dias e podem ser confundidos com os sintomas da dengue, sendo importante procurar atendimento médico quando surgem mais que dois dos sintomas para que o problema seja diagnosticado, iniciando o tratamento adequado.

O diagnóstico normalmente é feito com base nos sintomas, mas o médico pode pedir exames que possam indicar se existe alguma outra doença que esteja causando os mesmo sintomas da Zika. No entanto, em épocas de epidemia os médicos podem suspeitar da doença e nem sempre solicitam qualquer exame.

Tratamento do Zika vírus

O tratamento para o Zika vírus é o mesmo que o tratamento da dengue, e deve ser orientado por um clínico geral. Normalmente é feito apenas com o controle dos sintomas, uma vez que não existe um antiviral específico para combater a infecção. Assim, o tratamento pode ser feito apenas com repouso em casa durante cerca de sete dias e uso de analgésicos e remédios para febre, como Paracetamol ou Dipirona, por exemplo, para aliviar os sintomas e acelerar a recuperação.

Durante o tratamento, deve-se evitar utilizar qualquer remédio com Ácido Acetilsalicílico, como aspirina ou AAS, pois, tal como acontece na dengue, existe risco de desenvolvimento de hemorragias que podem agravar o estado geral do paciente.

Em algumas pessoas a infecção pelo Zika Vírus pode ter como complicação o desenvolvimento da Síndrome Guillain-Barré, uma doença grave, que quando não é tratada pode deixar e paciente sem andar e respirar, sendo potencialmente fatal. Por isso se apresentar fraqueza progressiva nas pernas e nos braços deve ir rapidamente para o hospital.

Transmissão entre pessoas e Microcefalia

O Zika vírus pode ser transmitido através da relação sexual com pessoas que estejam com a doença e também passar de mãe para filho durante a gravidez. Nesse caso, o feto pode ser afetado pela doença chamada microcefalia, já que o vírus foi encontrado no líquido amniótico que envolve o bebê durante a gravidez e também no líquido cefalorraquidiano, (presente no sistema nervoso central) dos bebês que já nasceram e foram diagnosticados com microcefalia.

No entanto, a relação entre o Zika vírus e a microcefalia não é totalmente conhecida. A hipótese aceita é de que o vírus ao ser ‘protegido’ pelo sistema imune possa atravessar a barreira placentária, chegando ao bebê. Essa ‘proteção’ pode acontecer da seguinte forma: Quando a mulher pega Dengue, suas células de defesa atacam e vencem o vírus da dengue, mas estas células quando se encontram com o Zika vírus, que é muito parecido com o da dengue, somente englobam este vírus, mas não conseguem eliminá-lo do corpo. Com esta proteção, o vírus pode alcançar todas as regiões do corpo, que normalmente não podem ser alcançadas, e dessa forma ele pode atravessar a placenta e chegar até o bebê, causando microcefalia.

As maiores chances do bebê ter microcefalia ocorrem nas gestantes que já tiveram dengue alguma vez e que tiveram Zika em qualquer fase da gestação. Porém, se a mulher já teve Zika quando não estava grávida, não existe a possibilidade do bebê ter microcefalia se ela engravidar após 1 mês depois dos sintomas estarem controlados.

Como saber se o bebê tem Microcefalia

O diagnóstico da microcefalia pode ser feito durante a gestação através do exame de ultrassom morfológico, mas também pode ser feito depois do nascimento do bebê, através da medição do tamanho da cabeça da criança. Outros exames como ressonância e tomografia podem ser realizados para indicar o grau de comprometimento cerebral e suas possíveis consequências.

A microcefalia é uma doença grave, onde há restrição do crescimento do cérebro do bebê e não tem cura, sendo necessário fazer reabilitação através de fisioterapia e fonoaudiologia na infância e adolescência.

Como a grávida pode evitar a microcefalia no bebê

Para evitar a microcefalia no bebê a gestante pode tomar medidas como:

  • Usar camisinha se seu parceiro sexual estiver com Zika, até o final da gravidez porque o vírus também passa pelo contato íntimo;
  • Não tomar bebidas alcoólicas e usar medicamentos durante a gravidez sem indicação do obstetra;
  • Evitar a toxoplasmose e doenças infecciosas como herpes e rubéola, tomando as vacinas e medidas necessárias;
  • Evitar a contaminação com mercúrio e outros metais pesados.

Além disso, também é recomendado que todas as grávidas usem um repelente com DEET diariamente para não ser picada pelo Aedes Aegypt, causador da dengue, Zika e Chikungunya. O repelente deve ser repassado a cada 6 horas em todo o corpo e na roupa, e não é preciso se preocupar porque ele pode ser usado durante a gravidez, é seguro e não prejudica o bebê. Outras medidas que podem evitar a picada dos mosquitos são usar roupas de manga comprida, calça comprida e meias.

Prevenção

Não existe sorologia específica para detectar o Zika vírus e a melhor forma de combater essa doença é a prevenção, com cada um cuidando da sua casa e evitando deixar água parada e mantendo os quintais limpos e sem mato.

De acordo com a coordenadora geral do HRDV, Vera Lúcia Machado, poucos casos foram relatados até agora pela instituição.

– O hospital atendeu apenas alguns casos bem isolados, de moradores de Rio Bonito e de outras cidades, sem nenhuma suspeita de epidemia até o momento. O mais importante para não ter Zika é a prevenção, evitando criar ambientes que proporcionem a proliferação do mosquito – afirmou a médica.

Tabela da Zika, Chikungunya e Dengue

Hospital Regional Darcy Vargas. Seres humanos salvando vidas

              

 

 

Leia mais

Hospital recebe novos coletes para raio x

Chegaram na última sexta-feira, 29 de janeiro, os novos coletes comprados pelo HRDV para serem usados pelos técnicos de raio x.

Os novos equipamentos são feitos de chumbo e servem para proteger os profissionais que operam esses aparelhos.

– São seis unidades desses equipamentos de proteção obrigatória, em substituição aos antigos, que devem ser trocados de tempos em tempos após passarem por testes – afirmou o comprador da instituição, Paulo Carvalho.

Hospital Regional Darcy Vargas. Seres humanos salvando vidas.

Leia mais
Nota Oficial

Nota Oficial do Hospital Regional Darcy Vargas

O HRDV vem a público se manifestar em virtude do acontecimento ocorrido com uma paciente na última sexta-feira, 22 de janeiro de 2016, que externou sua insatisfação através do Facebook e envolveu um médico e um acadêmico de medicina.

Durante o atendimento da paciente houve um erro de conduta em relação aos procedimentos de praxe, comuns na relação do médico com o referido acadêmico, gerando revolta na mesma, manifestada através de sua página na rede social.

Ao ficar sabendo do caso, o HRDV fez uma investigação interna, constatou a veracidade do fato e tomou imediatamente as providências que julgou cabíveis, desligando os envolvidos da instituição. E para dar o caso como encerrado, gostaria de esclarecer ainda que:

  • A atuação de acadêmicos para estágio supervisionado segue uma normatização e possui um conjunto de regras específicas a serem adotadas por eles e pelos médicos responsáveis. No caso denunciado pela paciente, o HRDV julgou que estas normas não foram seguidas e resolveu tomar a decisão de dispensar os dois envolvidos;
  • A contratação de acadêmicos pelo HRDV, bem como a de jovens aprendizes e deficientes físicos, está em conformidade com a legislação vigente e não tem como objetivo a redução de custos, mas sim de obedecer a regulamentos e proporcionar troca de experiências.
  • O HRDV possui uma ouvidoria, que funciona de segunda a sexta-feira, de 8 às 18h, atendendo todo o tipo de reclamações e ajudando a resolvê-las de forma clara e responsável, onde o reclamante pode ir pessoalmente ou fazer sua crítica através do número telefônico 0800-282-2136 e do email ouvidoria@darcyvargas.com.br.

A diretoria do HRDV tem trabalhado incansavelmente, 24h por dia, sete dias por semana, para fazer com que a instituição retome a credibilidade de outrora e volte a ser referência em bom atendimento e infraestrutura na região. A população de Rio Bonito pode e deve contribuir com críticas e sugestões, para que dessa forma, todos saiam ganhando. O HRDV é um patrimônio de Rio Bonito.

Hospital Regional Darcy Vargas. Seres humanos salvando vidas.

Leia mais

Laboratório do HRDV: exames com rapidez e qualidade

Conheça um pouco sobre esse importante setor do Hospital

Em funcionamento desde a fundação do HRDV, o laboratório é o mais antigo da região e realiza todos os exames de rotina, incluindo a parte de bioquímica e de hemograma, com os resultados prontos no mesmo dia e assinatura digital, graças a boa infraestrutura e uma equipe qualificada.

A bióloga Luciana Herdy, responsável técnica desde março de 2015, falou sobre a importância do local para o Hospital Darcy Vargas e o seu funcionamento.

– Esse laboratório tem uma importância enorme e foi um dos primeiros da região, pois foi criado na época da fundação do hospital. Eu trabalhei aqui em outro período, de 1991 a 1998 e ele foi todo modernizado depois de 2010 – afirmou Luciana.

O laboratório do hospital destaca-se pelo bom atendimento, rapidez nos resultados e o fato de que qualquer pessoa pode fazer exames sem pedido, como teste de gravidez, teste rápido de HIV, de Beta HCG rápido e Fator RH, bastando dar entrada na recepção, que fica em frente a entrada do hospital, do outro lado da rua. Também há o setor de Microbiologia, que ficou desativado e voltou a funcionar há dois meses, onde são desenvolvidas culturas de bactérias para saber o tipo que está causando o processo infeccioso num determinado paciente e, desta forma, saber ao certo qual tipo de antibiótico deve ser usado, deixando o exame ainda mais detalhado.

– Quando você sabe que bactéria é e qual antibiótico pode dar, torna o trabalho do médico mais fácil e é uma segurança a mais para o paciente, reduzindo o número de bactérias multirresistentes, ocasionada pelo uso indiscriminado de antibióticos – explicou a bióloga responsável.

O laboratório funciona 24h para quem está internado no hospital, atendendo pronto-socorro e também para qualquer um que venha de fora e queira realizar exames.

– O paciente chega com suspeita de dengue, por exemplo, então o médico atende, faz o pedido e nós realizamos o exame, liberando o resultado em até duas horas. Existe o interesse da administração em colocar esses resultados online, para que possam ser acessados via internet sem que precise vir aqui – afirmou Luciana.

E também tem a parte ambulatorial, onde o interessado pode chegar com o pedido de qualquer consultório médico e fazer o seu exame de segunda a sexta-feira, com coleta de material de 7 às 10h. O laboratório do HRDV trabalha com diversos tipos de convênios, atende pelo SUS e particular, aceitando inclusive cartões de crédito. Para maiores informações, basta ligar para o número (21) 3634-9959.

 

Hospital Regional Darcy Vargas. Seres humanos salvando vidas.

Leia mais

HRDV compra novas cadeiras de roda para banho

Hospital adquire cadeiras de banho novas, para melhor conforto e higiene de seus pacientes

O HRDV acaba de receber vinte cadeiras de roda para banho, compradas com recursos próprios. Os equipamentos são ideais para o uso sanitário e em chuveiros e possuem acento sanitário removível, apoio fixo para os braços e para os pés.

Cadeiras de roda para banho

Cadeira de banho para os pacientes.

 

Hospital Darcy Vargas. Seres humanos salvando vidas.

Leia mais
Atendimentos em 2015

HRDV contabiliza atendimentos de 2015

Uma breve retrospectiva dos atendimentos de 2015

O Hospital Regional Darcy Vargas contabilizou recentemente a quantidade de atendimentos realizados em todo o ano de 2015. Mesmo sendo um período difícil para a instituição, que sentiu os reflexos da crise na saúde em todo o país, foram realizados mais de 55 mil atendimentos (55087).

Esses atendimentos contabilizam os ambulatoriais, cirurgias, emergências e internações. Ou seja, cada pessoa que deu entrada na instituição, independentemente da gravidade do problema, dando uma média de 152 pessoas recebidas por dia. Os municípios com mais moradores atendidos foram Rio Bonito (41099), Tanguá (4640), Itaboraí (2816), Silva Jardim (2724) e São Gonçalo (2054).

Desafios da nova diretoria

A atual diretoria assumiu em julho para um “mandato tampão”, após a renúncia da administração anterior, e vem tentando recuperar a imagem da instituição de 72 anos de serviços prestados, arranhada após más administrações. O grande desafio atualmente passa por deixar o HRDV livre de dívidas, através de uma gestão eficiente e com transparência. Para que isso aconteça, é indispensável a ajuda não só dos governos locais, como da população, pois estamos falando de uma instituição filantrópica, onde qualquer um pode ajudar através de doações.

Em breve disponibilizaremos em nosso site o balanço mensal de toda a movimentação financeira do Darcy Vargas, mostrando que estamos empenhados em recuperar o hospital e torna-lo ainda melhor para os moradores de Rio Bonito e Região.

Hospital Regional Darcy Vargas: Seres humanos salvando vidas.

Leia mais

Hospital Darcy Vargas ganha aparelho de Eletrocardiograma

Equipamento foi doado por Lojas Maçônicas de Rio Bonito e Itaboraí

O Hospital Regional Darcy Vargas recebeu no fim do mês de dezembro a doação de um aparelho de Eletrocardiograma portátil. O presente de Natal chegou em boa hora, já que os outros equipamentos similares são antigos e insuficientes para atender a demanda. Para o presidente da instituição, Silvino Flores, o equipamento é de extrema utilidade para o dia-a-dia do hospital.

– Esse Eletrocardiograma está sendo muito útil e a ideia é divulgar esse tipo de ação porque nós estamos criando a figura do padrinho, que pode ser do Eletro, de uma cama de UTI, do parquinho infantil, que é a Unicred… Estamos começando a trabalhar isso para divulgarmos a relação de nossas principais necessidades e atrair empresas e grupos de pessoas com a finalidade de angariar mais recursos para o hospital, que é um patrimônio de Rio Bonito. Queremos trazer a sociedade para o hospital, porque filantropia é um bem da sociedade e não queremos ficar aqui sem a participação da população – afirmou Silvino.

A doação foi uma iniciativa da Loja Maçônica Guanabara n°4, de Rio Bonito, com a colaboração da Concórdia II n°10, de Itaboraí, que se uniram para comprar o aparelho, e desta forma, apadrinhar a instituição. Há um grande esforço da atual diretoria no sentido de conseguir outros “padrinhos” para o hospital, fazendo com que empresários e demais membros da sociedade civil se unam para fazer doações, que podem ser em dinheiro, bens de consumo ou equipamentos.

– A Loja (Maçônica) estava querendo se mobilizar para ajudar o hospital. Nós temos lá uma bolsa onde recolhemos dinheiro para fazermos filantropia e o Silvino sugeriu que ao invés de dinheiro doássemos um bem, já usando a figura do padrinho. Então a Loja Maçônica de Itaboraí tomou conhecimento dessa mobilização e se juntou a nós para apadrinharmos o Eletrocardiograma, que agora faz parte do acervo do hospital. Esperamos que isso sirva de exemplo para mobilizar mais pessoas para ajudar a instituição – afirmou o presidente da Guanabara n°4, Alexandre Cazorlla.

A cerimônia de entrega contou com a presença de parte da diretoria, como o Presidente Silvino Flores, o Vice-Presidente Elmo Machado e do Diretor Técnico Pedro Geraldo dos Santos, além de diversos membros da Loja Maçônica de Rio Bonito.

Entenda o que é um Eletrocardiograma

O eletrocardiograma (ECG) é um exame feito através do monitoramento do coração, registrando a variação dos potenciais elétricos gerados pelos batimentos cardíacos, fundamental para avaliação e diagnóstico de infarto do miocárdio em caráter de urgência, avaliação de hipertensos e como exame pré-operatório.

Leia mais

Hospital realiza confraternização para funcionários e colaboradores

Nos dias 24 e 31 de dezembro, o Hospital Regional Darcy Vargas ofereceu um coffe break de confraternização de fim de ano a seus funcionários, diretoria e colaboradores.

Durante o evento do dia 24, foram distribuídos cartões de Natal com uma mensagem especial aos funcionários. No final do evento, o atual presidente, Silvino Flores, realizou o sorteio de diversos brindes.

No último dia do ano, aconteceu um segundo coffe break, no auditório do Hospital, para que os funcionários que estavam de serviço no dia 24 também pudessem participar.

Confira em nossa galeria de fotos alguns momentos dos dois eventos e alguns dos ganhadores (os sorteados que estavam de plantão ou de folga foram comunicados e receberam seus presentes depois).

A diretoria do hospital entende que é importante realizar um evento de confraternização entre seus funcionários pois, muito mais que uma equipe, somos todos uma grande família.

 

Leia mais

O HRDV agradece à Secretaria Estadual de Saúde

Em nome da diretoria e de todos os colaboradores do Hospital Regional Darcy Vargas, o atual presidente da instituição, Silvino Antônio das Flores, redigiu nota de agradecimento à Secretaria Estadual de Saúde, agradecendo as generosas doações realizadas pelo órgão.

“A diretoria do Hospital Regional Darcy Vargas, entidade filantrópica beneficente, com fins filantrópicos, com sede à rua João Carmo, 110, Centro, Rio Bonito – RJ, inscrita com CNPJ sob nº 31.517.493/0001-65, tem a satisfação especial de AGRADECER a iniciativa da Secretaria Estadual de Saúde em colaborar com as doações recebidas.

A grandeza da iniciativa de contribuir para as instituições Filantrópicas, é resultado da conscientização e discernimento daqueles corações que conseguem alcançar os reais objetivos de nossa passagem aqui na Terra, quando podemos através de nossa vontade e de nossos atos, possibilitar e vislumbrar para tantos o ‘amanhã’ com um ‘novo dia’, um dia de amor, de esperança e de fraternidade, fazendo acreditar num ‘ser superior’ que nos guia e abraça nossa vida e nossos atos.

A doação ora feita é por demais importante para nós, para que continuemos nessa caminhada de solidariedade humana, onde somos simples instrumento, procurando com nossa fragilidade: SERVIR, SERVIR SEMPRE, NÃO IMPORTANDO A QUEM!

Nossos Sinceros Agradecimentos”

Confira a listagem completa dos itens doados pela Secretaria Estadual de Saúde:

Material Doado
Quantidade
Água Destilada Estéril 100ml 500
Água Destilada Estéril 10ml 5000
Fixador para RX 38 litros 5000
Revelador para RX 38 litros 5000
Ambú de silicone infantil 2000
Ambú de silicone adulto 6000
Aparelho descartável para Tricotomia 100
Cloreto de Sódio 0,9% 1000ml 1000
Cloreto de Sódio 0,9% 500ml 6000
Glicose 5% 500ml lv 2000
Ringer com Lactado 500ml 1000
Ciprofloxacino 2mg/0,2ml lv/sc 500
Cloreto de Potássio 10% 10ml 400
Enoxaparina 20mg/0,2ml lv/sc 200
Flumazenil 0,1mg/5ml lv (c1) 50
Glicose 50% 10ml lv 800
Metoclopramida 5mg/ml. 2ml lv/sc 800
Metropolol Tartarato 1mg/ml. 5ml l 90
Omeprazol 40mg lv 500
Paracetamol 200mg/ml 100
Pentoxifilina 20mg/ml. 5ml 100
Ranitidina 25mg/ml. 2ml lm/lv 600
Sulfato de Magnésio 10% 10ml 200
Seringa Descartável 10ml 10000
Leia mais