Todas as Postagens da Categoria Notícias

SAMU e HRDV realizam atualização para profissionais de saúde

Em mais um esforço para manter o quadro de profissionais em constante atualização, o hospital recebeu nos dias 19 e 26 de julho, uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência de Rio Bonito para uma palestra sobre procedimentos de Ressuscitação Cárdio Pulmonar (RCP) realizados em casos de Parada Cardiorrespiratória (PCR), voltada principalmente para profissionais de enfermagem.

Os profissionais Lívia Andrade, enfermeira, e Farlem Silveira, técnico em enfermagem, ambos do SAMU– Rio Bonito, foram os responsáveis por passar as últimas manobras de Ressuscitação, atualizadas de acordo com protocolos internacionais. Eles também aproveitaram para explicar sobre o funcionamento do SAMU (Região Metropolita II), toda a sua estrutura de atendimento e a importância do HRDV, que é a unidade de referência da região.

Hospital Darcy Vargas. Seres humanos salvando vidas

Leia mais
Processo seletivo Jovem Aprendiz

Hospital divulga os resultados do processo seletivo para jovem aprendiz

O processo foi realizado nos dias 27 e 28 de julho e contou com cerca de 150 candidatos que fizeram provas de conhecimentos gerais e redação. Confira a relação dos candidatos aprovados e dos classificados para o cadastro de reserva.

Aprovados no Processo Seletivo para Jovem Aprendiz 2016 do HRDV

Colocação Nome do Candidato Situação
Matheus Gil Trindade APROVADO
Matheus Rangel Souza APROVADO
Walace de Oliveira Souza Costa APROVADO
João Lucas Brito de Oliveira APROVADO
Luiza Nunes APROVADO
Luana de Almeida Conceição CADASTRO DE RESERVA
Isabella Rodrigues de Lacerda CADASTRO DE RESERVA
Emanuel Patrício Pinheiro Diniz CADASTRO DE RESERVA
Estefanie Silvino Cabral CADASTRO DE RESERVA
10º Victória Maria Viana Ramos CADASTRO DE RESERVA
11º Tatyele da Silva CADASTRO DE RESERVA
12º Paula Pereira Aguiar CADASTRO DE RESERVA
13º Ingrid Teixeira Batista CADASTRO DE RESERVA
14º Rolando Luiz Balbi Montes de O. Y. Gonzales CADASTRO DE RESERVA
15º João Pedro Alvarenga Silvano CADASTRO DE RESERVA
Leia mais

Evento de carros antigos arrecada fundos para o hospital

No último sábado, 23 de julho, foi realizado mais um evento com o objetivo de arrecadar fundos para o HRDV. Desta vez, uma exposição de carros antigos foi a responsável por atrair centenas de pessoas até a Praça Fonseca Portela, em Rio Bonito, onde além dos veículos havia atividades como, venda de doces, aferição de pressão arterial e glicemia e sorteio de brindes.

Na ocasião, foram arrecadados os seguintes itens:

  • 48 litros de leite;
  • 8900 copos descartáveis;
  • 323 pacotes de fraldas para adultos e 84 infantis;
  • 76 pacotes de papel higiênico;
  • Três litros de detergente;
  • 113 Kg de arroz;
  • 9 Kg de açúcar;
  • 4 Kg de sal;
  • 9 Kg de feijão
  • 4 Kg de macarrão;
  • 11 litros de óleo;
  • 5 pacotes de papel toalha;
  • 4 pacotes de biscoito;
  • 1 kg de farinha de trigo
  • 4 pacotes de guardanapo;
  • 2 rolos grandes de esparadrapo;
  • 4 pacotes de gase;
  • R$ 1560,95 em dinheiro

Aproveitamos para agradecer a todos os nossos colaboradores que participaram do evento, a ASA – Associação Saquaremense de Antigomobilistas, assim como as empresas que contribuíram, que são: Gráfica Rio Bonito, Deryk Digital, G-Tech, O Queijão, Ótica Acalam, CORPHO, Hospitalar e ao Senhor Novais, que foi de extrema importância para a organização do evento. Continuamos recebendo doações e em breve divulgaremos mais eventos com essa finalidade.

Hospital Darcy Vargas. Seres humanos salvando vidas.

Leia mais
Hospital Regional Darcy Vargas

Esclarecimento sobre a saída do Sr. Silvino da Presidência do HRDV

No último dia 2 de julho, o presidente do Hospital Darcy Vargas, Silvino Flores, precisou renunciar por motivos de saúde. Nesta entrevista, ele faz um balanço da sua administração, da crise na saúde pública e dos rumos da instituição.

Quando assumimos o mandato no dia 20 de julho de 2015, encontramos o hospital com uma dívida de R$ 16 milhões, duzentas ações na justiça e salários atrasados. Os equipamentos estavam sucateados, não havia medicamentos e vários cargos importantes precisavam ser preenchidos por profissionais qualificados, pois também não havia diretor técnico, coordenação de enfermagem, coordenação médica e nem departamento jurídico.

Achávamos que seria possível enxugar a folha salarial, mas fomos surpreendidos com deficiências em vários setores, o que nos obrigou a fazer diversas mudanças. Por meio do nosso Diretor Procurador, contratamos um escritório de advocacia, diretor médico, uma supervisora de enfermagem, um psicólogo, uma coordenadora médica e outra de pediatria. Por conta de uma multa recebida pelo Ministério do Trabalho, tivemos que mudar a escala da enfermagem, que de 24×48 passou a ser de 12×36 e com isso tivemos que contratar doze técnicos de enfermagem.

Havia um empréstimo pré-aprovado pela administração anterior junto a CAIXA, no valor de R$ 4,7milhões, que vimos como uma possibilidade de alívio momentâneo nas contas naquele momento. Porém, algumas pendências junto à Receita Federal impossibilitavam o uso daquele dinheiro, o que só conseguimos graças a atuação do nosso departamento jurídico.

Primeiras medidas

Com a liberação do montante, a primeira medida foi pagar o 13º e colocar os salários em dia. Também foram negociadas as dívidas com os principais fornecedores, possibilitando um abatimento de até 40% no valor. O hospital contou com a benevolência dos médicos que estavam com os valores referentes a serviços prestados em atraso e a maioria doou 20% dos valores a receber. Mesmo com o corte de verbas há até dois meses todos os pagamentos estavam sendo honrados.

No último mês de junho, realizamos algumas mudanças que se faziam necessárias para melhorar ainda mais o funcionamento do hospital, com remanejamentos e algumas dispensas. Em dezembro de 2015 tínhamos 432 funcionários e em maio de 2016 eram 433. Deste total, 394 estão ativos e 70 afastados por conta de licenças e benefícios.

Essas últimas medidas possibilitaram que o hospital alcançasse bons resultados em apenas trinta dias. Todos os setores estão integrados, interdependentes e funcionando muito bem, com funcionários capazes de substituir os líderes de cada um desses setores.

Crise na Saúde

O Hospital Darcy Vargas não está em crise. O que está em crise é o poder público federal, estadual e municipal. O hospital este em harmonia com todo o corpo clínico e funcional, pronto para dar o melhor atendimento e o problema passa pelas verbas que demoram a vir e não são devidamente repassadas que acabam prejudicando. O dinheiro, que é pouco, ainda chega com atraso, hoje temos um valor a receber de R$ 1,7 milhões e nos últimos três anos houve uma perda no repasse do POA de cerca de R$ 3,4 milhões, sem contar com as emendas impositivas repassadas por alguns vereadores que até o momento não chegaram. Não podemos viver com a promessa de que vai melhorar, pois saúde não espera.

Estrutura e funcionamento do hospital

Nesse último ano, vários equipamentos foram adquiridos e modernizados, executados serviços de reformas e pinturas e reorganizados diversos setores. Ainda há muito o que melhorar e tenho certeza que a nova direção vai dar conta. O HRDV é uma complexidade, é como se fossem várias empresas num só lugar, precisando de profissionais capacitados para cada uma dessas empresas, só que funcionando 24 horas, por dia, sem parar.

O Hospital tem jeito, mas não é de um dia para outro. O HRDV é uma entidade particular com fins filantrópicos e muita gente confunde com um hospital público. Hoje a sua sobrevivência depende dos serviços que presta para o SUS e para o município, sendo muito mal remunerado.

Afastamento do Cargo

Eu me afastei da presidência, mas não do hospital e nem das pessoas que lá trabalham. Tenho uma sintonia muito grande com o vice-presidente Elmo Cruz, que agora assumiu a presidência e tenho certeza que ele vai tocar o projeto e conseguir novos rumos que trarão dias melhores para hospital.

Por recomendações médicas, após a realização de alguns exames, precisei reduzir meu ritmo de trabalho para não prejudicar ainda mais a minha saúde. Desejo toda sorte do mundo para o novo presidente, pedindo ao Grande Arquiteto do Universo que o ilumine e o proteja nesta dura, árdua, porém, nobre missão. Quero aproveitar a oportunidade para agradecer o apoio e o carinho dos diretores, dos amigos, da sociedade de um modo geral e de todos que tem ajudado o hospital. Quero deixar um agradecimento especial aos gerentes e aos supervisores, à coordenação medica, aos funcionários, líderes de setores e a todos que de uma forma ou de outra, estão lutando para ver dias melhores para o Hospital Regional Darcy Vargas.”

Leia mais

Carta aberta à população

A grave situação econômica que vivenciamos hoje, a nível nacional, estadual e municipal, vastamente divulgada pela imprensa de todo o país, atinge impiedosamente o setor da Saúde e afetou diretamente as finanças do HRDV, com diversas perdas de recursos e aumento de demanda.

Considerando a enorme defasagem dos valores da Tabela SUS, que não é revista há décadas; a suspensão, pelo Governo do Estado do Rio de Janeiro, do Programa de Apoio aos Hospitais do Interior (PAHI), em 2015 (causando uma redução de receita anual na ordem de R$ 1.865.074,08) e a suspensão dos pagamentos do recurso extra-teto do serviço de oncologia, que desde dezembro de 2015 não são realizados pelo Governo do Estado e já somam um total devido de R$ 733.862,90, nos vimos numa situação que clamava por medidas rápidas, que pudessem estancar parte do sangramento em nossas contas.

Tais perdas, somadas ao prejuízo acumulado no setor de pronto socorro, atingem um deficit total mensal superior a R$ 700.000,00, com o agravante de que ainda registramos aumento da demanda espontânea em nosso pronto socorro proveniente de municípios fora de nossa micro região, principalmente oriundos de Itaboraí, que não são pactuados com o hospital.

Além disso, nosso setor de obstetrícia está sobrecarregado pela demanda crescente de gestantes vindas de outros municípios, inclusive em situação de risco, elevando a necessidade de realização de partos cesáreos e de alto risco, sem que tenhamos condições de atendimento ao recém-nato, pela falta de estrutura neonatal. E esse fator afeta fortemente nossa capacidade de cumprimento de metas estabelecidas pelo SUS para a clínica obstétrica, que acumulou um prejuízo de R$ 345.788,15 até o mês de abril de 2016.

Considerando que o citado aumento da demanda excede a nossa capacidade física e de recursos humanos, sem que a tenhamos condições de realizar adequação da referida estrutura e tendo em vista a drástica redução das receitas vindas do sistema público, informamos que desde o dia 01/06/2016, SUSPENDEMOS a realização de curativos no Pronto Socorro e RESTRINGIMOS o pronto atendimento aos casos de URGÊNCIA e EMERGÊNCIA, conforme avaliação da classificação de risco: VERMELHO (atendimento imediato), AMARELO (urgente) e VERDE (pouco urgente). Os pacientes classificados com a cor AZUL (não urgente) serão encaminhados pelo médico plantonista ao ATENDIMENTO AMBULATORIAL, conforme sua necessidade, em seu município de origem.

Tais medidas foram tomadas junto a diversas outras ações administrativas visando a redução de custos e a fim de fazer frente a redução substancial de recursos públicos. Desta forma, buscamos a sobrevivência do HRDV, que está prestes a completar 74 anos de existência e sempre foi referência em saúde para toda a região, funcionando 24 horas por dia, sete dias por semana, evitando a todo custo o fechamento das portas como tem ocorrido com outras unidades de saúde no Estado do Rio de Janeiro.

Certos de que venceremos mais essa batalha, contamos com a compreensão de todos os usuários dos nossos serviços, que podem contribuir com doações. Para saber mais sobre o que cada um pode doar, consulte a lista clicando aqui.

Rio Bonito, 15 de junho de 2016.


Silvino Antonio das Flores
Presidente

Leia mais

Veja como ajudar o HRDV com doações

A grave crise financeira que o setor de saúde vem atravessando em todo o país, especialmente no Estado do Rio de Janeiro, tem causado fechamento de várias UPAs e unidades de saúde em municípios vizinhos. Por conta disso, estamos tomando algumas medidas duras de contenção de despesas e redução de custos, a fim de fazer frente a redução substancial de recursos públicos e com o objetivo de evitar a todo custo o fechamento da Instituição, que faz parte da história de nossa cidade, e que está prestes a completar 74 anos.

Desta forma, pedimos socorro à população que colabore doando itens que possam abastecer nossos estoques para serem usados nas enfermarias que atendem aos pacientes do Sistema Único de Saúde – SUS.

Veja abaixo no que você pode contribuir:

CESTA BÁSICA/ITENS DE COZINHA

Arroz

Feijão preto

Óleo de soja

Açúcar

Sal

Macarrão parafuso / espaguete

Azeite

Vinagre

Fubá

Café (pó)

Farinha de mandioca

Molho de tomate

Leite (de caixa)

Leite em pó

Mucilon

Soymilke sem açúcar

Sustagem baunilha

Soymilke com açúcar

Chá preto

Achocolatado em pó

Amido de Milho

Biscoito Maria/Cream Cracker

Batata

Cebola

Alho

Ovos

Margarina

Tomate

Pimentão

HIGIENE/CURATIVOS

Fralda geriátrica tam G

Algodão

Luva de procedimento

Gaze

Espradrapo

Micropore

Aparelho de babear descartável

Óleo de girassol/Dersani

Pomada colagenase

Atadura crepon

Fita adesiva (crepe)

DESCARTÁVEIS / PAPELARIA

Guardanapos

Copo descartável

Papel higiênico

Pano de chão

Toalha de papel interfolhada

Papel A4 (resma)

 

Leia mais

14 de junho: Dia Mundial do Doador de Sangue

A data foi criada para conscientizar a população mundial sobre a importância de ser um doador de sangue e também em homenagem a Karl Landsteiner, médico e
biólogo nascido no dia 14 de junho de 1868 e ganhador do Prêmio Nobel de Medicina em 1930 por ter comprovado que havia diferenças no sangue humano.

Landsteiner explicou porque algumas pessoas morriam depois de transfusões de sangue e outras não, e em 1930 recebeu o Prênio Nobel de Medicina por este trabalho. Ele também foi um dos primeiros a usar o termo “anticorpo” para as substâncias responsáveis pela aglutinação do sangue.

Essencial para a vida, o sangue que corre em nosso corpo pode ajudar a salvar muitas pessoas e ser doado com regularidade. Procure o Hemonúcleo mais perto da sua cidade e doe sangue.

Hospital Darcy Vargas. Seres humanos salvando vidas.

Leia mais
Dia Mundial Sem Tabaco - Cigarro Mata

31 de maio, Dia mundial Sem Tabaco: apague o cigarro da sua vida

Criado em 1987 pela Organização Mundial de Saúde (OMS), O Dia Mundial Sem Tabaco serve para alertar sobre as doenças e mortes evitáveis relacionadas ao tabagismo. De acordo com o Instituto Nacional de Câncer (INCA), o fumo é causador de cinquenta doenças diferentes, destacando-se as cardiovasculares, o câncer e as respiratórias obstrutivas crônicas.

As estatísticas demonstram que podem ser atribuídos ao cigarro 45% das mortes por infarto do miocárdio, 85% das mortes por doença pulmonar obstrutiva crônica (enfisema), 25% das mortes por doença cérebro-vascular (derrames) e 30% das mortes por câncer. Outro dado alarmante é que 90% dos casos de câncer do pulmão têm correlação com o tabagismo.

Um terço da população mundial adulta é fumante e três milhões de pessoas morrem no mundo anualmente devido ao tabagismo, duzentas mil no Brasil. O ato de fumar diminui em cerca de oito anos a vida de uma pessoa, e é considerado pela OMS como a principal causa de morte evitável, além de prejudicar o meio ambiente.

Seja consciente, pare de fumar!

Hospital Darcy Vargas. Seres humanos salvando vidas.

Leia mais

CIPA realiza o I SIPAT – Semana Interna de Prevenção de Acidentes no HRDV

Hospital realiza evento sobre segurança no trabalho – SIPAT

Com o objetivo de conscientizar nossos colaboradores sobre a importância de prevenir acidentes, foi realizada entre os dias 17 e 19 de maio, a primeira SIPAT (Semana Interna de Prevenção de Acidentes no Trabalho).

O evento contou com palestras do técnico em segurança no trabalho, Ricardo Souza, sobre como evitar acidentes de trabalho; do psicólogo Alexandre de Andrade, que falou sobre psicologia no trabalho e da enfermeira Fabiana Bandeira, sobre Doenças Sexualmente Transmissíveis (DSTs).

A SIPAT foi organizada pela equipe de segurança no trabalho e contou com a participação de centenas de funcionários e apoio de empresas locais, que doaram produtos para serem sorteados entre os participantes.

Hospital Darcy Vargas. Seres humanos salvando vidas.

Leia mais

HRDV realiza palestras no Dia Mundial da Enfermagem

Dia mundial da enfermagem é lembrado com evento

Realizamos nos dias 12 e 13, a primeira Semana da Enfermagem, em comemoração ao Dia Mundial da Enfermagem. Com o tema “Cuidando de quem Cuida”, o evento teve com uma série de palestras em nosso auditório, ministradas pelo psicólogo Alexandre Andrade, o fisioterapeuta Jesus Vander Clevelares e a enfermeira do CCIH (Centro de Controle de Infecção Hospitalar), Nelcimar Nogueira, que abordaram assuntos como estresse no ambiente de trabalho, doenças ocupacionais e higienização das mãos.

A Semana da Enfermagem serviu também para prestar homenagens a esses profissionais tão importantes para a saúde e promover a integração entre os funcionários do HRDV.

 

Hospital Darcy Vargas. Seres humanos salvando vidas.

Leia mais